2 de junho de 2015

As pedaladas da presidente Dilma

A ideia foi dela, mas auxiliares comemoraram a repercussão das pedaladas da presidente Dilma Rousseff, no sábado (30/05) e nesta segunda-feira (01/06), em torno do Palácio da Alvorada.

Segundo a reportagem do Correio Brasiliense apurou, interlocutores do Planalto avaliaram que o exercício com roupa de ginástica, capacete e óculos em cima de uma bicicleta mostra Dilma “mais humana e mais próxima da rotina das pessoas”, por isso, dizem, a exposição deve continuar.

Desde novembro, quando decidiu emagrecer, Dilma segue a dieta Ravenna, do endocrinologista argentino Maximo Ravenna, e tem se animado com os resultados.

Dilma já perdeu 15 kg e ganhou agilidade para deixar de fazer apenas caminhadas matinais nos jardins do Alvorada, como era de costume em seu primeiro mandato.

Indicada pela clínica de Ravenna, uma equipe faz o acompanhamento nutricional, físico e psicológico da presidente. Mais magra, Dilma foi orientada pelos profissionais a deixar a bicicleta ergométrica de lado e encarar, além das caminhadas, os pedais ao ar livre pelo menos três vezes por semana.

No sábado, a presidente já havia pedalado por cerca de meia hora nos arredores do Alvorada com sua bicicleta da marca norte-americana Specialized, modelo expedition tubo superior baixo.

O exercício é feito sempre na companhia de dois seguranças -também de bicicletas- e de uma equipe que acompanha o trajeto de carro, à distância.