26 de junho de 2015

Mais um ato de vandalismo na Trilha Sítio Poças

Aberta em propriedade particular como uma opção de lazer, contato com a natureza e práticas de esportes e caminhadas a Trilha Sítio Poças nos últimos meses vem sendo alvo de atos de vandalismo e atentados contra ao meio ambiente.

No último dia 21 de maio postamos aqui no BA a derrubada de um angico de mais de dez anos de idade, antes havia sido denunciado na rede social Facebook o corte de pequenas árvores. 

Na tarde de ontem (25/06) o ciclista Bruno Roberto sofreu acidente na Trilha ao chocar-se com mais uma árvore derrubada. Com ferimentos leves Bruno registrou a árvore de porte médio que cortado a foice tombou derrubando outras árvores menores.

“Não sei o que leva a uma pessoa a fazer um ato desses além de prejudicar a natureza, prejudica também os usuários da trilha podendo causar mais que ferimentos leves ou até mesmo problemas mais graves, tive muita sorte em me machucar pouco, poderia ter sido muito pior! Precisamos tomar uma providência o mais rápido possível isso não pode continuar assim!”

No início da semana o estudante Aderson Pereira havia registrado o corte de outra árvore nas proximidades do trecho do corte registrado por Bruno, um jovem foi visto carregado um troco de árvores e seu nome será levado às autoridades competentes.

A professora Heloisa Bitu propõe transformar a Trilha e, Área de Proteção Ambiental ou Patrimônio Ecológico e que os membros da Associação dos Condutores de Trilha (Acontrial) e da Equipe de Ciclismo TSP se reúnam com os órgãos e entidades competentes para cobrar alternativas visando a solução do problema.

Uma reunião foi convocada para às 11h. do próximo domingo (28/06) onde serão discutidas ações para evitar esses atos danosos ao meio ambiente e a segurança dos usuários da Trilha.

Confiram fotos das árvores derrubadas esta semana: