13 de novembro de 2017

Ailton Lopes diz que concorda Ciro e Tasso sobre oligarquia

Ailton Lopes é pré-candidato do Psol ao governo (Foto: Tatiana Fortes)
Pré-candidato do Psol ao governo do Ceará, o bancário Ailton Lopes comentou recente troca de acusações entre Ciro Gomes (PDT) e seu antigo padrinho, Tasso Jereissati (PSDB). Na semana passada, os dois ex-aliados se acusaram mutuamente de comandarem “oligarquias” políticas no Ceará.

“Ciro e Tasso se acusam mutuamente de integrarem oligarquias no Estado. Nunca pensei que fosse dizer isso, mas concordo com os dois!”, disse Ailton. “Ambos precisam ser varridos dos espaços de poder”, complementa em outra postagem.

Durante convenção estadual do PSDB, na última sexta-feira, 10, o senador Tasso criticou pela primeira vez o governador Camilo Santana (PT), com quem já havia trocado elogios publicamente – chegou a dizer que o petista tinha “jeitão de tucano” -, ao afirmar que o governo estadual era comandado pela “oligarquia” dos Ferreira Gomes.

A resposta de Ciro veio um dia depois: “Essa oligarquia precisa ser banida do Ceará (…) é uma oligarquia bem interessante que os sociólogos deveriam estudar. É uma oligarquia que é dona de uma rede de shopping center do País, que tem R$ 100 milhões de créditos no Banco do Nordeste, é uma oligarquia que tem televisão em Fortaleza, rádio, jornal, portal de internet… É a oligarquia que tem o senador mais rico do País com patrimônio declarado”, disse.

Com informações portal O Povo Online