18 de fevereiro de 2014

Candidatura de Eunício é questionada por lideranças do PMDB

Apesar de vista como “martelo batido” pela maior parte dos atores políticos do Estado, candidatura de Eunício Oliveira (PMDB) ao Governo do Estado parece ainda não ser unanimidade definitiva entre o próprio partido do senador.

Em entrevista ao Jornal O POVO, lideranças regionais do PMDB no Ceará demonstraram desconforto com a forma como o processo de candidatura do senador vem sendo conduzido no Estado. “Eunício não está dando espaço para que as pessoas falem o que pensam, darem seus conhecimentos”, diz o deputado federal Danilo Forte (PMDB). 

Apesar de defender candidatura própria peemedebista, Forte afirma que o senador precisa discutir mais com instâncias regionais da legenda. “Se quer fazer oposição, não pode ter gente indicada no governo, por exemplo”, complementa.

Outro que afirmou não ter sido ouvido pelo senador no processo foi o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macêdo. Evitando comentar a candidatura de Eunício em si, o gestor afirmou apenas que nunca foi chamado para comentar o assunto. “Nunca ouvi, nem nunca fui convidado para nada”.

Procurado pela reportagem, o senador preferiu não se manifestar sobre o assunto. O Jornal POVO apurou, no entanto, que discussões sobre candidatura própria do PMDB estão agendadas para ocorrer apenas em abril deste ano.

Com informações O Povo Online