27 de fevereiro de 2014

Com show repleto de baladas, Elton John, emocionou os fãs em Fortaleza

Elton John em palco montado na Arena castelão (Foto: Raimundo Soares Filho)
Batizada como “Follow the yellow brick road”, a turnê que Elton John trouxe à capital cearense comemora os 40 anos do disco Goodbye yellow brick road, lançado em 1973. E foi esse tempo que mais despertou o interesse. Embora não tenha sido suficiente para lotar o estádio, o público não fez feio e preencheu cerca de 70% da capacidade da Arena na noite de ontem (26/01).

Elton John subiu ao palco com 12 minutos de atraso (o horário previsto era 21h30min). Trajando blazer brilhoso e blusa rosa, o cantor britânico se dirigiu ao piano (Yamaha) para tocar “Funeral for a friend”, seguida de “Love lies bleeding”, exatamente como fez nas outras apresentações no Brasil. A seu redor, a banda mantinha o calor dos arranjos. O destaque foi o guitarrista Davey Johnston, que decorou seu instrumento com a capa do disco Captain Fantastic and the Brown dirt cowboy (1975).

Se não é um roqueiro no sentido exato da palavra, Elton John é um dos melhores baladeiros da história do pop. E esse foi o tom do show de ontem. Com a voz firme, embora evitando os agudos, ele emendou vários sucessos, sempre dando um tempo para um sorriso e um gole d`água.

Certo de seu talento para as canções de amor, Elton John fez algumas modificações no setlist. Uma delas foi acrescentar “Sorry seems to be the hardest world”, que foi ovacionada. Econômico nas palmas, o público respondeu com certa frieza a boa parte do repertório. Entre uma música e outra, se levantava para agradecer.

Mas a apresentação teve seus momentos memoráveis. O solo de piano em “Levon” foi um deles. “Tiny dancer” também conservou sua emoção. Em “Goodbye yellow brick road”, o público mais perto do palco criou sua próprio estrada de tijolos amarelos usando balões. “Nikita” também entrou. E todos cantaram de pé “Skyline Pigeon” e “Sad songs”.
  
Com informações O Povo Online