5 de janeiro de 2017

Cearense vai comandar Ministério Público do Estado do Pernambuco

Promotor Dirceu Barros e o governador Paulo Câmara após o anúncio (Foto: Roberto Pereira)
O Promotor de Justiça Francisco Dirceu Barros é o novo Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Foi a terceira vez que o cearense Dirceu Barros concorria ao cargo, por duas vezes foi o segundo colocado na lista tríplice. O anúncio da nomeação foi divulgado pelo governador do Estado, Paulo Câmara, ontem (04/01), após audiência no Palácio do Governo. Francisco Dirceu Barros vai chefiar o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) por dois anos, o biênio 2017-2018.

Natural do Crato, com 50 anos de idade e 17 anos de carreira no MPPE, o novo Procurador-Geral de Justiça é mestre em Direito Constitucional, tem especialização em Direito Penal, Processo Penal e Direito Eleitoral. Ingressou no Ministério Público de Pernambuco em 30 de setembro de 1999, como promotor de Justiça na Comarca de Exu.

Francisco Dirceu Passou como titular ou por cumulação pelos municípios de Correntes, Moreilândia, Ouricuri, Trindade, Bodocó, Panelas, Águas Belas, Lagoa do Ouro, Angelim, Jurema, Bom Conselho e Garanhuns. Atualmente é o 2º promotor de Justiça Criminal de Garanhuns e coordena a sede das Promotorias de Justiça de Garanhuns.

Atualmente Dirceu Barros leciona no curso de pós-graduação em Direito Eleitoral da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), é professor de dois cursos de pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

Graduado pela Universidade Regional do Cariri (URCA) onde foi professor, Dirceu Barros tem mais de 60 publicações sobre Direito, especialmente Eleitoral.