3 de janeiro de 2017

PT ganha três deputados e se fortalece na Assembleia

Deputados tomaram Posse perante a Mesa Diretora (Foto: Divulgação Assembleia)
Mudança na configuração do quadro da Assembleia Legislativa acaba fortalecendo o partido do governador Camilo Santana (PT). Com a saída de deputados que se elegeram prefeitos no Interior do Estado, o PT agora conta com cinco parlamentares na Casa, quando antes tinha apenas dois.

Raquel Marques (PT), que estava como suplente, e Dedé Teixeira (PT) foram efetivados. Entrou também Dr. Santana (PT), como suplente, na vaga de Osmar Baquit (PSD), que assume secretaria de Agricultura, Pesca e Aquicultura.

“Vamos continuar nosso trabalho de fazer a ponte entre o governador e os movimentos sociais. É uma marca do PT manter sempre esse diálogo com os movimentos sociais. No meu caso, foco nos direitos das mulheres, da criança e do adolescente”, afirma Raquel Marques.

Mesmo após o troca-troca, o partido continua menor que o PDT, que possui 11 deputados e o PMDB, com seis cadeiras. Ele se iguala ao PP e ao Solidariedade, que também têm cinco parlamentares.

Ontem à tarde, o presidente da Assembleia Legislativa Zezinho Albuquerque (PDT) empossou cinco deputados. Além dos três petistas, também assumiram Fernando Hugo (PP) e Mário Hélio (PMN).

Eles passam a ocupar as vagas deixadas por Ivo Gomes (PDT), agora prefeito de Sobral, Naumi Amorim (PMB), que assume o comando da Caucaia, Laís Nunes (PMB), prefeita de Icó e Zé Ailton Brasil, prefeito do Crato.

“O PDT e o PT saem fortalecidos. O PT sai de dois para cinco deputados. Mas ainda aguardamos para saber se Dedé Teixeira fica em secretaria e abre para o Sineval Roque (PDT)”, diz Zezinho.

Em dezembro, outro suplente passou a ter assento permanente da Assembleia. Após a renúncia de Carlomano Marques, Leonardo Pinheiro (PMDB), da oposição, tomou posse como deputado estadual. Ele já era ativo como suplente, desde o início do mandato, quando Carlomano pediu licença para cuidar da saúde.

Com informações O Povo Online