14 de março de 2015

Sob fortes críticas Câmara Municipal muda dia e horário da Sessão Ordinária

Mesa Diretora da Câmara Municipal de Altaneira (Foto: João Alves)
Por iniciativa da presidente da Casa, vereadora Lélia de Oliveira (PCdoB) a Câmara Municipal aprovou em Sessão Extraordinária realizada ontem (13/03), projeto de resolução alterando o dia e o horário das Sessões Ordinárias do Legislativo Municipal.

O projeto que também altera o dia e horário da reunião da Comissão permanente foi aprovado por maioria de votos. As Sessões Ordinárias serão realizadas na sexta-feira com início previsto para às 14 horas e a reunião . Foi mudado também o dia e o horário das reuniões da Comissão permanente, das 9h30min da terça-feira para às 8h30min da sexta-feira.

Segundo o vereador professor Adeilton a presidente justificou que a iniciativa surgiu da necessidade de outras ocupações profissionais e de estudos por parte de alguns Parlamentares que compõe a Comissão Permanente da Casa Legislativa.

“As reuniões da Comissão e estavam ficando comprometidas devido à dificuldade dos três Componentes, Deza, Adeilton e Zuleide, se reunirem nas terça-feira pela manhã. Como iríamos mudar as reuniões da Comissão para a sexta-feira, entendemos ser melhor mudar a Sessão também”, justificou a Presidente.

Atitude da presidente em apresentar o projeto e convocar uma Sessão Extraordinária, para deliberação sem justificar a urgência foi duramente criticado pelos vereadores do partido Solidariedade.

O vereador Edezyo Jalled ressaltou que a convocação não passava de mais um ato politiqueiro da presidente. Já o vereador Deza Soares, citou que é muito estranho convocar as pressas uma sessão extraordinária simplesmente para mudar os dias das sessões.

Deza Soares classificou como mais um ato ditatorial da presidente da Câmara e que a medida visava atender interesses particulares. Lembrou também que a presidente não teve a mesma pressa em relação ao projeto de lei dos temporários que ficaram sem receber os vencimentos do mês de fevereiro.

A pressa do Legislativo em aprovar o projeto recebeu críticas de vários navegantes nas redes sociais, vários deles relacionando a decisão com o projeto dos temporários e outros lembrando que a proposta visava atender interesse pessoal do vereador Professor Adeilton que cursará mestrado na Paraíba a partir da próxima semana com aulas sempre na segunda e na terça-feira.

Votaram pela aprovação do projeto as vereadores Alice Gonçalves e Zuleide Oliveira e os vereadores, Edezyo Jalled, Genival Ponciano, Gilson Cruz e Professor Adeilton. Votaram pela rejeição os Deza Soares e Flavio Correia.

Apesar de criticar a forma como foi apresentado o projeto e a convocação da Sessão, o vereador Edezyo Jalled justificou seu voto favorável alegando que diferente de alguns membros da Casa, não tem interesse de prejudicar o futuro de nenhum altaneirense que tem oportunidade de melhorar suas condições de vida.


Mais uma vez a Câmara Municipal não publicou nenhuma informação sobre a Sessão Extraordinária.