1 de maio de 2015

Apoiado por Camilo, Veras vence disputa pelo comando da UVC

Por 275 votos de maioria, foi eleito ontem à tarde o vereador de Camocim, César Veras (Pros), para presidir a União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC).

Apoiado pelo grupo da base do Governo do Estado, o parlamentar derrotou Hérberlh Mota (PSD) de Baturité, representante da oposição a Camilo Santana (PT). Órgãos públicos foram acusados de pressionar vereadores para dar a vitória ao candidato do governador. 

Com ares da disputa pelo executivo estadual em outubro de 2014, a vantagem de Veras, com o apoio do Pros e do PT, foi confirmada em oito dos dez municípios com locais de votação. Contudo, o PMDB conseguiu repetir a vantagem sobre o Governo em Fortaleza e Região Metropolitana, onde, no ano passado, Eunício Oliveira obteve o melhor desempenho na briga com Camilo.

Hérberlh Mota foi votado por 127 vereadores da Grande Fortaleza, contra 113 votos adversários. Mas Juazeiro do Norte e arredores deram ao candidato de Eunício Oliveira e Audic Mota vantagem sobre Veras. Na cidade em que Camilo venceu Eunício em outubro, Hérberlh obteve 109 votos contra 79.

Derrotado nas urnas, Mota criticou a influência do Governo do Estado na briga pela entidade. Segundo ele, “até membros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pressionaram vereadores para votar em Veras”.

Em sua defesa, o novo presidente da entidade disse desconhecer os fundamentos das acusações do adversário. “O que queremos é fortalecer as parcerias da UVC com o Estado, o Executivo e a Assembleia”, explicou. A assessoria de imprensa do TCM disse que não vai comentar as acusações por falta de “fundamento às denúncias”.

César Veras obteve 817 votos no total, contra 542 de Hérberlh Mota. Ele presidirá a UVC no biênio 2015/2017.

Com informações O Povo Online