21 de maio de 2014

Lula nega declaração de apoio à Eunício

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negou ter declarado apoio à candidatura do senador Eunício Oliveira, como havia afirmado o presidente do PMDB, Valdir Raupp (RO). Eunício, Raupp, Renan Calheiros (presidente do Senado), José Sarney e outros políticos do PMDB reuniram-se com Lula na terça-feira. 

À saída do encontro, Raupp disse ao jornal Diário do Nordeste (20/5) que o ex-presidente garantira que apoiaria a candidatura de Eunício a governador do Ceará, “pela gratidão que tem ao PMDB”, por ter apoiado o governo dele. 

Falando em nome do ex-presidente, José Chrispiniano, da assessoria de imprensa do Instituto Lula, disse que Lula “não confirma” as palavras do presidente do PMDB. Segundo o assessor, a decisão sobre o nome do candidato a ser apoiado é uma decisão do partido no Ceará. (O PT-CE já definiu apoio ao candidato a ser indicado pelo governador Cid Gomes, reivindicando a vaga no senado para o deputado federal José Guimarães).

Conversei diretamente com o senador Raupp, que ratificou a declaração ao Diário do Nordeste - que ele diz ter sido a reprodução do que ouviu do ex-presidente -, nos seguintes termos: “O desejo de Lula é apoiar o candidado Eunício, mas ele disse que vai continuar conversando com o governador Cid Gomes para manter a unidade”. (A “unidade” refere-se a um possível acordo para indicar um candidato de consenso dos três principais partidos da coligação que sustentou o atual governo do Estado: Pros, PT e PMDB).

Uma afirmativa pode ser feita sem contestação: a candidatura de Eunício tem simpatizantes no PT. Recentemente, a ex-prefeita de Fortaleza, Luzianne Lins, declarou que não apoiaria nenhum candidato indicado pelo governador Cid Gomes (Pros), nem mesmo se o escolhido fosse de seu próprio partido. Ela põe-se à disposição para ser candidata, deixando, porém, uma larga porta aberta para, junto com o seu grupo, apoiar Eunício Oliveira, à revelia da decisão partidária.

O senador Eunício Oliveira preferiu guardar distância regulamentar dos pronunciamentos, disse que não comentaria declarações sobre o assunto, que foram dadas por outra pessoa (Valdir Raupp).

Com informações O Povo Online