12 de maio de 2014

Ex-prefeito João Ivan afirma que a Lagoa do Sapo não é pública

Em visita a Trilha do Sítio Poças, na tarde de ontem (11/05) o ex-prefeito João Ivan Alcântara afirmou que a Lagoa do Sapo, conhecida popularmente como “barragem” é propriedade particular e nunca foi propriedade pública, como é o entendimento da grande maioria dos altaneirense.

João Ivan afirmou que a propriedade foi adquirida por seu falecido pai antes da emancipação política do Município de Altaneira e na gestão do prefeito Francisco Bispo de Assis em virtude de questionamento do então vereador Euclides Nogueira Santana foi esclarecido que a área era de propriedade particular. 

Segundo João Ivan o caso foi resolvido na Justiça da Comarca de Farias Brito, mas posteriormente outra ação foi movida na Comarca de Assaré onde foi celebrado um acordo em que os proprietários cediam a posse de uma pequena área para o Município de Altaneira, mas esta parte terra era seca e usada para fabricação artesanal de telhas.

João Ivan atesta que possui no seu arquivo pessoal documentos que comprovam o alegado e desafia a qualquer cidadão apresentar documento de que a área seria pública.

O secretário de Administração e Finanças do Município, Ariovaldo Soares, disse que encontrou no arquivo da prefeitura apenas o documento da posse da área referida pelo ex-prefeito e que em diligências nos cartórios não encontrou outros documentos que comprovem a propriedade pública.

O empresário Palito Megasom, atual proprietário do imóvel afirmou que independentemente de documentos a área continuará aberta e de uso comum para os altaneirenses, mas que não aceitará interferências de terceiros na propriedade.