3 de abril de 2018

Pesquisa do PSDB aponta fragilidades de Camilo

Na pesquisa quantitativa e qualitativa, de consumo interno, que o PSDB do Ceará contratou sobre as eleições 2018, um dado estratégico: foram detectados quatro setores considerados traumáticos da gestão do governador Camilo Santana (PT) e que são cobrados pelo eleitorado.

De acordo com o vice-presidente estadual dos tucanos, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, o eleitor não está satisfeito com saúde, segurança pública, política de geração de empregos e questão hídrica.

Na saúde, há queixas com relação à demora no atendimento, embora o eleitor tenha percebido melhora da ampliação da rede. No plano da segurança, ele percebe o esforço do governador, mas falta “sensação de segurança” no Estado. Na geração de empregos, ele observa o lamentável cenário da mão de obra jovem sem perspectivas, enquanto os últimos seis anos de seca fazem a população reconhecer como pouco, e com atraso, a série de medidas anunciadas na área pelo Governo.

Esses quatro eixos podem ser o tom do discurso do candidato que o PSDB, com as oposições, está procurando. Sobre nomes, Raimundo Gomes avisa que há pretensos candidatos, mas nada ainda ficou definido. Tudo depende também do quadro da disputa presidencial.

“Até o Tasso não estaria descartado de disputar o Governo, dependendo dos próximos episódios da cena nacional”, admite o parlamentar.

Os tucanos também anunciam as filiações do ex-prefeito Roberto Pessoa de Maracanaú, a sua filha deputada Fernanda Pessoa e do atual prefeito Firmo Camurca. A filiação dos três ao PSDB será na próxima quinta-feira (05/04) no Centro de Desenvolvimento de Maracanaú, com Tasso à frente.

Com informações Blog do Eliomar