19 de abril de 2018

Vereadores debatem suposta crise financeira do Município

Plenário da Câmara Municipal de Altaneira (Foto: Júnior Carvalho)
Um dos temas mais comentados nas redes sociais, a reunião sobre a crise financeira também foi comentada na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Altaneira realizada na manhã de ontem  (18/04), onde o presidente da Casa, vereador Antonio Leite (PDT), iniciou o debate informando que o prefeito Dariomar Rodrigues (PT) "não jogou a culpa da crise no ex-prefeito Delvamberto Soares, que apenas afirmou que os prefeitos passados deixaram uma divida referente ao INSS e que ele possivelmente também irá deixar".

Em seguida o vereador Flávio Correia (Solidariedade) disse que não participa mais de reuniões governamentais, pois só se desgasta, uma vez que gosta de cobrar e o governo não gosta de quem cobra, lamentou que quando queria dar  sua contribuição ao Governo, mas não aceitaram, enfatizou que não aceita mentiras e corrupção.

Flávio disse que não sai do grupo político, mas que não vai ficar calado diante dos erros e sugeriu que o prefeito fizesse os corte de gastos, começando pelas regalias do alto escalão e finalizou dizendo que "o povo carente não pode pagar por mau gerenciamento de finanças do Poder Executivo".

O líder de oposição, vereador Professor Adeilton (PSD) criticou a postura do atual prefeito e discordou do presidente da Casa, pois o "gestor afirmou que o Município está em crise por culpa de gestões passadas, inclusive citando também Dorival, citou como exemplo o INSS dentre outras alegativas, pela primeira vez tenho que concordando com ex-prefeito Delvamberto Soares, quando usou as redes sociais, para dizer ao atual Prefeito que pare de colocar culpa nas gestões passadas e  assuma seus erros" disse o líder.

No portal da Câmara não foi anotada manifestações de outros parlamentares sobre o tema. Na mesma Sessão foram apresentado o projeto de lei que fixa as diretrizes orçamentárias para 2019 e aprovados os projetos que institui o Fundo Municipal do Meio Ambiente  e que dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do Município e da Controladoria Geral do Município de Altaneira.

Apesar da ampla repercussão o prefeito e os demais gestores não se manifestaram publicamente sobre a suposta crise financeira.