9 de abril de 2018

Camilo Santana articula visita de governadores do Nordeste a Lula

Oito dos nove governadores do Nordeste se articulam para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta semana na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A comitiva está sendo articulada pelo governador Camilo Santana (PT) junto à presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

A previsão é que o encontro ocorra amanhã. Confirmaram presença Flávio Dino (PCdoB), Wellington Dias (PT), do Piauí; do Maranhão; Ricardo Coutinho (PSB), da Paraíba; Robinson Faria (PSD), do Rio Grande do Norte; Rui Costa (PT), da Bahia; Jackson Barreto, de Sergipe e Renan Filho, de Alagoas, ambos do MDB.

O jornal O POVO apurou que Camilo Santana ainda não conseguiu falar com Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco. O pessebista está em viagem pelo interior. Nesta semana, ele declarou apoio ao ex-presidente em nota divulgada à imprensa no dia em que o juiz Sérgio Moro expediu o mandado de prisão contra Lula. Câmara criticou a decisão e defendeu que a liberdade do petista não é uma ameaça à sociedade que justifique a prisão.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), disse ao jornal O POVO que a comitiva pode receber ainda a presença dos governadores de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e do Acre, Tião Viana (PT). “Esta visita com governadores do Nordeste, é uma clara posição, suprapartidária, da gratidão a ele, do povo que representamos, neste momento difícil”, disse.

Ontem (08/04), durante entrevista coletiva, Gleisi Hoffmann confirmou o encontro e disse que Lula teria direito a visitas de caráter político. Ela também informou que será marcada outra visita com comissão de senadores.

A senadora disse também que o advogado Cristiano Zanin esteve reunido com Lula até o fim da tarde deste domingo. Hoje, haverá uma reunião da direção executiva do PT, em Curitiba. Segundo ela, o ex-presidente passa bem e a sala que foi preparada pela Polícia Federal para recebê-lo é um “local digno”.

Com informações portal O Povo Online