14 de abril de 2018

Prefeito de Altaneira reúne gestores e vereadores para tratar das finanças municipais

Imagem da reunião compartilhada pelo vereador Professor Adeilton
O prefeito municipal, Dariomar Rodrigues (PT) reuniu na manhã de ontem (13/04) os gestores municipais e os vereadores da base e da oposição para apresentar a situação financeira do Município de Altaneira e as medidas que serão adotadas em curto prazo, dentre elas “o corte de todas as gratificações, redução na quantidade de transporte e demais atendimentos a população”.

No portal oficial do Governo Municipal não consta nenhuma informação sobre a reunião, assim na pagina prefeito nas redes sociais, a única informação disponível foi compartilhada pelo vereador Professor Adeilton (PSD) que postou imagens e fotos no Instagram, Facebook e em grupos de WhatsApp.

Adeilton disse que apresentou críticas a gestão municipal e ganhou reforço de vereadores da base do Governo.

O líder da Oposição ao prefeito na Câmara Municipal disse que não acredita na tão falada crise financeira “Fiquei abismado com diversas questões levantadas. Entre elas, critiquei o gasto com mais de 700 mil reais com compra de livro. Se a crise foi gerado pela perca dos resultados na educação, não justifica gastar desse tanto, nesse momento” disse o vereador.

Adeilton disse que sugeriu o prefeito a celebrar acordo com os professores em relação ao Precatório do Fundef, pois, o Município arrecadaria cerca de R$ 1.600.000,00 para desafogar o município das dívidas se existentes.

“Citei que conseguiria acordo com a categoria para abrir mão do IRRF, mas ele afirma que tem uma lei do supremo dizendo que esse dinheiro não é nosso”, postou o vereador.

Vários professores criticaram a postaram do prefeito em insistir na negativa de ratear os recursos do precatório do Fundef com a categoria.

Já o ex-vereador Genival Ponciano ironizou a situação e postou: “Esse é o prefeito que Altaneira precisa deixem o homem trabalhar, diga a ele que não precisa pagar o precatório não, que ele faz é crescer cada vez mais”.

Até o fechamento desta postagem nenhum vereador ou gestor havia se manifestado sobre a reunião.