4 de maio de 2018

Prefeito de Farias Brito anuncia rateio dos recursos do Precatório do Fundef com os professores

O prefeito do Município de Farias Brito, Dr. José Maria Gomes Pereira, usou a rede social Facebook para anunciar que a Justiça Federal determinou a expedição da ordem de Precatório a União Federal relativo aos recursos do antigo Fundef.

Na mesma nota o prefeito informou que repassará 60% do precatório aos professores da rede municipal de ensino e que os demais 40% serão investidos na renovação da frota do transporte escolar e na implantação de uma usina de energia solar para garantir energia limpa nas escolas municipais.

O Município de Farias Brito receberá a importância de R$ 5.472,500,51, com previsão de pagamento para maio de 2019.

A informação foi compartilhada pelo professor Dhony Nergino, ex-secretário de Educação de Altaneira, no grupo de WhatsApp do Blog de Altaneira. “Nossos parabéns ao Prefeito e sua equipe gestora” felicitou o ex-gestor.

A decisão do prefeito de Farias Brito foi comemorado pelos professores altaneirense que brigam na Justiça para receber os recursos liberado pelo Governo Federal há quase um ano.

A também ex-secretária de Educação, professora Tereza Leite, também parabenizou o prefeito de Farias Brito, ressaltando que a decisão se deu antes da liberação dos recursos, já garantindo o repasse “Grande gestor!!! Pensa grande! Parabéns Dr. José Maria!”, escreveu a ex-gestora.

Já o vereador Professor Adeilton, líder da oposição na Câmara, considerou a situação cômica. “Não acredito que um jurista de larga experiência em administração pública, que por sinal prestou assessoria por vários anos aos atuais gestores de Altaneira, esteja enganado com relação ao direito dos professores” e indagou: “Só o prefeito daqui que está certo? Os demais estão todos errados?”.

O Município tem dois precatórios, o primeiro foi liberado em junho do ano passado e o segundo foi bloqueado pela Justiça Federal.

Os professores altaneirenses aguardam a realização de audiência na Justiça local onde será discutida proposta de rateio dos valores, algo que o prefeito Dariomar Rodrigues (PT) já antecipou que não aceita.