28 de agosto de 2014

"Brasil não é para amadores", diz Aécio em referência à Marina

O candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, senador Aécio Neves (MG), fez críticas, ontem, tanto à presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, quanto à ex-senadora Marina Silva (PSB).

As duas aparecem à frente dele na últimas pesquisas de intenção de votos, tanto no levantamento divulgado na terça-feira, 26, pelo Ibope quanto na pesquisa do CNT/MDA. Ao lançar um comitê de voluntários de sua campanha em São Paulo, ele disse que o “Brasil não é para amadores”, numa referência velada à Marina. 

Aécio voltou a dizer que Dilma perdeu a capacidade de gerir o país e, numa indireta às duas adversárias, afirmou que o PSDB tem hoje um diferencial. “Nós todos nos gostamos, nos respeitamos”, afirmou. Dilma e mais recentemente Marina têm enfrentado divergências internas em suas coligações. “O Brasil não suporta mais quatro (anos) de um governo que perdeu a capacidade de reconhecer os seus equívocos”.


Depois da crítica a Dilma, fez a primeira menção velada à Marina. Disse não confiar em ajustes “de última hora”, e afirmou que a candidatura dela representa um “conjunto de boas intenções que não consegue superar suas imensas contradições.

Com informações O Povo Online