27 de agosto de 2014

Segundo Ibope Marina bate Aécio por 10 pontos e venceria Dilma no 2º turno

Pesquisa Ibope para presidente da República divulgada ontem mostra a candidata do PSB, Marina Silva, com 29% das intenções de voto no primeiro turno. 

Inscrita como cabeça de chapa após a morte de Eduardo Campos, ela aparece consolidada na segunda posição da corrida presidencial. Tem cinco pontos a menos que a presidente Dilma Rousseff (PT), a líder com 34%, e dez a mais que o tucano Aécio Neves, que alcança 19%.

Na simulação de segundo turno, porém, a ex-ministra do Meio Ambiente vence Dilma com nove pontos de vantagem: 45% a 36%. Num teste de embate final entre a petista e o tucano, quem ganha é Dilma, com 41% contra 35%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Com isso, não há hipótese de empate entre Dilma e Marina ou entre Marina e Aécio nas simulações.

Os dados principais do levantamento foram publicados pelo portal do jornal O Estado de S. Paulo, que o encomendou em parceria com a TV Globo. Até então, o Ibope não havia feito pesquisa registrada para divulgação com Marina no rol de candidatos.

No levantamento anterior do instituto, em 8 de agosto, Dilma e Aécio tinham quatro pontos a mais (38% e 23%).Campos aparecia com 9%. Na atual rodada, foram entrevistados 2.506 eleitores em 175 municípios entre os dias 23 e 25 de agosto.

O levantamento mostrou ainda o candidato Pastor Everaldo (PSC) com 1% e Luciana Genro (Psol) também com 1%; os demais candidatos somam 1%. Brancos e nulos são 7%. Indecisos somam 8%.

Esta é a primeira vez que Marina Silva aparece isolada em segundo lugar na simulação de primeiro turno, afastando a chance de Aécio disputar um eventual turno final contra Dilma.

É a primeira vez também que a vantagem de Marina sobre Dilma no segundo turno aparece acima da margem máxima de erro.

Na pesquisa Datafolha realizada imediatamente após a morte de Eduardo Campos (o antigo presidenciável do PSB morreu em 13 de agosto num acidente aéreo), Dilma alcançava 36%.

Naquela ocasião, Marina e Aécio estavam tecnicamente empatados em segundo lugar, com 21% e 20%, respectivamente. No segundo turno testado pelo Datafolha em 14 e 15 de agosto, Marina tinha 47% contra 43% de Dilma, um empate técnico nos limites máximos da margem de erro.

O Ibope também pesquisou as taxas de rejeição dos candidatos. Marina é a candidata menos rejeitada pelo eleitorado. Só 10% dizem que não votariam nela de jeito nenhum. A presidente Dilma tem 38% de rejeição. Aécio tem 18%.

Com informações O Povo Online