4 de agosto de 2014

"Aqui não tem milionário", diz Camilo, cutucando adversários

Camilo e sua vice, Izolda, com Mauro Filho e o prefeito Roberto Cláudio no Mucuripe (Foto: Edimar Soares)
O candidato ao governo Camilo Santana (PT) e o prefeito Roberto Cláudio (Pros) afirmaram ontem, mirando em Eunício Oliveira (PMDB), que a chapa majoritária governista “não tem nenhum milionário” e é composta de gente que “não ganha dinheiro no serviço público”. Camilo afirmou ainda, a respeito de acusações de tráfico de influência feitas contra Eunício, que é natural que o passado e o presente dos candidatos sejam comparados. 

Camilo, Izolda Cela (Pros), candidata a vice-governadora, Mauro Filho (Pros), candidato ao Senado, e Roberto Cláudio participaram pela manhã, no Mucuripe, em Fortaleza, da inauguração do comitê do vereador John Monteiro (PTdoB), que disputa cadeira na Assembleia Legislativa, e do pai dele, José Maria Macedo (PSL), que tenta virar deputado federal.

Discursando de cima do trio elétrico do vereador para moradores do bairro, Camilo declarou que há uma diferença importante de sua chapa para aquela encabeçada por Eunício. “É bom destacar que somos três servidores (ele, funcionário do Ibama; Mauro, professor da UFC; e Izolda, professora da UVA), fizemos concurso público. Aqui não tem nenhum rico, nenhum milionário. Entramos na vida pública para servir as pessoas”, disse o petista.

A mensagem foi reforçada por Roberto Cláudio. “Essa turma aqui não é milionária, não ganha dinheiro no serviço público”.

Apresentando-se aos moradores do Mucuripe como “professor Mauro Filho”, o ex-secretário da Fazenda destacou que é “o único dos quatro candidatos ao Senado apoiado pelo Cid e pela Dilma (Rousseff)”. Izolda não discursou. Entre as promessas que fez ontem, Camilo disse que se eleito fará com que o Ronda do Quarteirão “volte a ser o Ronda de 2008, a Polícia cidadã, que conhece os moradores do bairro”.

Ao chegar ao evento, Camilo falou a jornalistas sobre a troca de farpas entre o secretário estadual da Saúde, Ciro Gomes (Pros), seu aliado, e o vice-prefeito Gaudêncio Lucena (PMDB), coordenador da campanha de Eunício. “Quem tá na vida pública jamais pode mentir. Tem de ser verdadeiro. É natural que as pessoas verifiquem o passado e o presente (de cada candidato)”, disse ele, declarando-se favorável à investigação da vida pregressa de todos os postulantes.

Horas depois, durante adesivaço no cruzamento das avenidas Washington Soares e Oliveira Paiva, Eunício disse que não responderia às declarações de Camilo e Roberto Cláudio. “(A minha) é a chapa da população cearense, isso eu posso dizer, de homens maduros, que fizeram patrimônio na vida privada (...) tem muita gente que faz da política uma profissão”. Os três membros da chapa de Eunício são empresários. Os patrimônios declarados somam R$ 502 milhões.

Com informações O Povo Online