4 de outubro de 2014

Quem são os eleitores indecisos que podem definir a disputa no Ceará

Eles farão diferença. No entanto, não estão convictos de quais escolhas farão, mesmo com o momento de digitar os números na urna eletrônica tão próximo. A porcentagem de indecisos no Ceará, segundo as pesquisas, pode ser um ponto de destaque nos resultados do pleito deste ano.

Na última pesquisa O POVO/Datafolha, divulgada quarta-feira, (01/10), 14% dos eleitores indicaram não saber para quem iriam os votos para governador na consulta estimulada, em que a lista de candidatos é mostrada. Já na pesquisa espontânea, em que o eleitor declara voto sem ver a lista, 37% dos eleitores afirmavam não saber. 

A porcentagem de indecisos na primeira pesquisa estimulada, de 11 a 13 de agosto, era de 13%, número que passou para 15%, 13% e 14% nas semanas seguintes. Já na pesquisa espontânea, o número de eleitores que indicavam não saber em quem votaria passou de 61% para 48%, 44% até chegar ao resultado da última pesquisa, 37%.

O jornal POVO foi em busca de eleitores que se dizem indecisos quanto aos candidatos que escolherão amanhã. Desesperança com a forma de fazer política, menos interesse em acompanhar campanhas e propostas e “safra” de candidatos com menor qualidade são alguns dos pontos indicados por eleitores cearenses.

As estratégias para escolher até o momento do encontro com a urna? Conversar com amigos que já tenham voto convicto e pesquisar um pouco mais. Também há indecisão sobre como sair do grupo dos indecisos. Enquanto alguns indicam não ter nem ideia dos votos, a maioria está entre um pequeno grupo de candidatos para escolher, mas não sabe como.

Muitos eleitores ouvidos pelo O POVO apontaram mais dúvidas sobre os votos para deputado estadual e federal, em que os candidatos são numerosos. Na despedida de cada conversa, o desejo expresso é de melhorias para o Estado e o País, mesmo que a política seja considerada ponto de desesperança.


Com informações O Povo Online